UBInforma
 

ed. 537 | 24 a 30 junho 2017

  notas culturais
 

Em destaque
agendaUBI
Notas Culturais
Arquivo UBInforma

 


SÁBADO | 24-jun

PLURIDISCIPLINAR | “Até os Santos Dançam”
Covilhã | Jardim Público | 22h15
Entrada livre
Continua a festa dos Santos Populares, organizada todos os fins de semana com organização da Banda da Covilhã. Desta vez a festa inclui “Sardinha Gourmet”, com a chef Rosária – Carnes e Sabores, seguindo-se o Baile à Moda Antiga com Silius Orquestra. A festa termina às 1h00, com a fogueira de São Pedro.


DOMINGO | 25-jun

DANÇA | Escola de Dança, de Sílvia Candeias
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida | 17h00
Entrada: 4€ | Entrada gratuita: Crianças até aos 3 anos, sendo necessário apenas levantar o bilhete
Proposta que junta vários tipos de dança: Baby Dance, Dança de Salão, Sevilhanas, Kizomba, Zumba, Dance Kids, Stardance, Dança Social da USALBI e Karate.


SEGUNDA | 26-jun

Cinema | “A Cidade Perdida de Z”, de James Gray
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida | 18:00 e 21h30
Entrada: 4€
Em 1906, o inglês Percy Fawcett (1867-1925) inicia uma série de expedições à América do Sul. A princípio, as missões destinavam-se a cartografar as fronteiras entre a Bolívia e outros países, seguindo o curso dos afluentes do Amazonas para a Royal Geographic Society; mais tarde, como entusiasta da antropologia – ciência que dava os primeiros passos –, queria compreender a fundo as culturas indígenas. Fawcett era, simultaneamente, um visionário e um homem obcecado com a ideia de descobrir, em pleno século XX, as extraordinárias cidades de que falavam os conquistadores espanhóis que primeiro chegaram às Américas. Em 1925, depois de muitas partidas e regressos a Inglaterra, convidou Jack, o filho mais velho, para o acompanhar numa missão em busca da chamada "cidade perdida de Z". Cruzando lendas antigas com o estudo de vários registos históricos, convenceu-se que se situava algures na Serra do Roncador, no Mato Grosso (Brasil). Antes de partir na que se tornaria a sua derradeira expedição, deixou uma nota a dizer que, caso não regressasse, ninguém o deveria tentar resgatar.


TERÇA | 27-jun

Cinema | “Eu não sou o teu negro”, de Raoul Peck
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida | 21h30
Entrada: 4€
Narrado pelo ator Samuel L. Jackson, "Eu Não Sou o Teu Negro" é uma reflexão sobre as lutas históricas pela igualdade de direitos e a forma como o tema se mantém atual e pertinente no contexto do século XXI.


QUARTA | 28-jun

MÚSICA | Recital final de Licenciatura – gesto, Recital de percussão da ESART
Castelo Branco: Centro de Cultura Contemporânea | 18h00
Entrada gratuita até à lotação
Gesto, onde o movimento e a mobilidade de um som, assim como o tímbre, a cor e o impulso se encontram e criam não só o despertar do ouvido, mas uma panóplia total de simbioses sensoriais formando, assim, não só um momento, mas sim, um todo fragmentado e coeso simultaneamente. Resultará na caracterização do processo que nasce na mente do compositor, que percorre a análise e a interpretação do instrumentista, findando em inúmeros gestos e movimentos, produzindo e criando o que se ouve e vê.


QUINTA | 29-jun

MÚSICA | Davide Salvado
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 22h00
Entrada Livre
Davide Salvado é atualmente uma das vozes mais carismáticas de Espanha. De formação autodidata, tem um longo percurso artístico de pesquisa de música tradicional (especialmente) da Galiza. Começou a carreira em 2003 em vários grupos como cantor e percussionista e colaborou com artistas consagrados como Kepa Junkera, Yo-Yo Ma e Silk Road Ensemble. A versatilidade artística de Davide Salgado leva-o a experimentar o canto tradicional, o teatro e o cabaret.


SEXTA | 30-jun

Música | Fado Violado
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 22H00
Entrada livre
Fado Violado é um original projeto musical português que cruza o Fado com o Flamenco. Teve origem em Sevilha, no ano de 2008, pelas mãos da cantora Ana Pinhal e do guitarrista Francisco Almeida, e é de resto resultado de uma relação profissional que se iniciou em 2002 no grupo BoiteZuleika. Ambos portuenses, desde cedo partilharam o gosto pelas artes, particularmente pela música. Da original fusão do Fado com o Flamenco (ou vice-versa) surgiu o grupo Fado Violado, que respeita ambos géneros mas propondo algo de novo.

Pluridisciplinar | “Lérias, a Arte das Linhas”
Fundão: Localidade de Póvoa de Atalaia | até 2 de julho
A feira “Lérias, a Arte das Linhas” tem o objetivo de realçar e divulgar uma tradição secular e exclusiva desta localidade, que é a realização de uma renda especial denominada de lérias.
Nestes três dias encontra-se animação de rua, tasquinhas, concertos, um desfile de moda denominado “Tradições da Beira Interior na Moda” e uma homenagem a Eugénio de Andrade.

PLURIDISCIPLINAR | “Até os Santos Dançam”
Covilhã | Jardim Público | 22h30
Entrada livre
A festa dos Santos Populares, promovida pela Banda da Covilhã, inclui o Baile à Moda Antiga, com Emanuel Silva e a fogueira de São Pedro, à 1h00 


| Continua

PINTURA | “Refúgio”, de Oswaldo Ruivo
Covilhã: Tinturaria | 3.ª > domingo: 10h00 > 18h00  até 2 de julho

EXPOSIÇÃO | “O Sagrado no Figurado de Barcelos”, de Mina Gallos
Covilhã: Museu de Arte Sacra | 3.ª > domingo: 10h00 > 18h00 | até 22 de julho  
A exposição de escultura apresenta um conjunto de peças trabalhadas em barro.

 

 

 

 

 

 

Propriedade: Universidade da Beira Interior
Edição: Gabinete de Relações Públicas
Design: GRP | Raquel Rosa
Contactos: grp@ubi.pt | Telf.: 275 242 014 | Ext.: 2034

se desejar subscrever esta newsletter s.f.f. envie um e-mail para grp@ubi.pt com o assunto: subscrever a ubinforma