ubinforma
ed. 608 | 19 a 25 janeiro 2019
   
 
 

Notas Culturais

 
 

Sábado | 19-janeiro

TEATRO | Que grande caldeirada, Florbela Queirós
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida| 21h30
> SONHOS  EM  CENA  traz  a  Castelo  Branco  uma  Revista  à  portuguesa  intitulada  QUE  GRANDE  CALDEIRADA,  recuperando os grandes êxitos do teatro de revista em junção  com  novos  números.  Aliamos  assim,  números  intemporais com a crítica atual e acutilante da revista à portuguesa servida com um elenco de jovens valores comandados por Florbela Queiroz.
+info

DANÇA/MÚSICA | SYN.Tropia
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 21h30
> “E se o som não se pudesse ouvir?” É este o ponto de partida de um espetáculo que se propõe a quebrar barreiras e estimular diferentes sentidos humanos. Este concerto é música para surdos, dirigida a todos (famílias). Ouvintes e surdos todos à escuta. Syn.Tropia resulta da conjugação derivada do grego de Syn (juntos) e Tropia (forma, direção). Desta forma, o público ouvinte e não ouvinte está em igualdade de circunstâncias em relação à dinâmica de fruição imaginada. O corpo também ouve e sente através da Tábua-Escuta Tátil (dispositivo inédito), no qual os surdos poderão sentir as vibrações sonoras.
+info

EXPOSIÇÃO | Eugénio de Andrade - Comemoração do Aniversário
Fundão: A partir das 15h | Até dia 28 de fevereiro
> O Município do Fundão irá assinalar o 96º aniversário de Eugénio de Andrade, com um conjunto de iniciativas dedicadas à obra e ao poeta, com lançamento de dois livros, duas exposições e, no final do dia, um recital de piano intitulado “Mar de Setembro”.
+info

LIVROS | Apresentação do livro “Sem tempo para ser criança”, de Felisberto Reigado
Covilhã: Biblioteca Municipal | 16h00
> Trata-se de um livro de memórias, um testemunho da vida malfadada do autor no qual consegue vivas descrições históricas e geográficas, de gentes e costumes do local onde nasceu e cresceu - Cidadelhe, em Pinhel. A cerimónia contará com a presença do capitão Óscar Capelo e do Dr.Augusto Isidoro.
+info


Domingo | 20-janeiro

PLURIDISCIPLINAR | Festa do Bodo
Fundão: Janeiro de Cima | A partir das 12h00
> Neste dia a Aldeia do Xisto de Janeiro de Cima está em festa. Reza a lenda que S. Sebastião salvou os habitantes de Janeiro de Cima de uma grave epidemia. Todos os anos, a aldeia, em forma de agradecimento, celebra a Festa do Bodo. Em tempos, a população de Janeiro de Cima foi assolada por uma forte epidemia que causou inúmeras vítimas, tendo pedido emprestada a imagem de S. Sebastião a Janeiro de Baixo, aldeia vizinha próxima. Os moradores desta aldeia, com receio de contágio, não permitiram a aproximação dos habitantes de Janeiro de Cima, mas na madrugada do dia seguinte atravessaram a imagem do seu santo numa barca e depositaram-na na outra margem do Zêzere regressando rapidamente à sua aldeia. Como o santo terá ouvido as preces e afastado a epidemia, Janeiro de Cima cumpriu a sua promessa edificando-lhe uma capela com imagem. Este agradecimento perpetua-se anualmente com a Festa do Bodo, a 20 de janeiro.
+info


Segunda | 21-janeiro

CINEMA | Shoplifters: Uma família de pequenos ladrões, Hirokazu Koreeda
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida| 21h30
> Osamu e Nobuyo são um casal muito pobre cujos rendimentos miseráveis não chegam para sustentar a família. Para sobreviver, recorrem a pequenos furtos em lojas e supermercados. Um dia, Osamu encontra Yuri, uma menina perdida no meio da cidade, que se percebe ter sido vítima de negligência. Apesar das carências em que todos vivem, esta família resolve receber a criança em sua casa e assegurar-se de que fica bem...
+info

PLURIDISCIPLINAR | Festa das Papas
Fundão: Póvoa de Atalaia | A partir das 13h00
> Reza a lenda que, em tempos remotos, a região foi vítima de uma praga de gafanhotos. A população da Póvoa de Atalaia, devota de São Sebastião, tratou de fazer uma promessa ao padroeiro para que poupasse a aldeia e protegesse as colheitas, constituídas maioritariamente por cereais. Em troca, iriam oferecer papas de carolo e coscoréis, feitos com o que resultasse das colheitas salvas. Conta-se também que todas as terras vizinhas sucumbiram à praga, mas que a Póvoa de Atalaia foi poupada, sendo que os pequenos predadores foram morrer, “por milagre”, à porta da capela de São Sebastião situada na aldeia. Restou então aos seus habitantes cumprirem a promessa, o que acontece ao terceiro domingo de janeiro, desde que há memória.
+info


Quarta | 23-janeiro

CINEMA | Utoya
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 21h30
> A 22 de Julho de 2011, mais de 500 jovens participavam num campo de férias político, nos arredores de Oslo, na ilha de Utoya, tendo sido atacados por um radical de extrema-direita armado. O resultado deste ataque bárbaro foi de 77 jovens mortos. Pouco antes de se dirigir à ilha de Utoya, o extremista Anders Breivik fizera explodir um edifício governamental em Oslo. Neste primeiro filme de ficção sobre o ataque conhecemos Kaja, de 18 anos, e os seus amigos. O filme começa quando os jovens, chocados com os acontecimentos em Oslo, estão a tranquilizar os familiares, informando que estão muito longe do local. De repente, o som de tiros destrói o ambiente de segurança. O filme acompanha Kaja, que tenta sobreviver, minuto a minuto.
+info


Quinta | 24-janeiro

TEATRO | Um mundo mágico, Teatro das Beiras
Castelo Branco: Cine-Teatro Avenida| 10h00
> A obra literária de Alves Redol, reflete a natureza sensível do homem e do escritor numa permanente preocupação na transmissão de valores éticos em defesa de princípios e direitos de humanidade para todos os cidadãos, impulsionando a democratização e acesso à educação, por forma a consciencializar o seu papel determinante na transformação do mundo.
+info

TEATRO | Pela água
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 21h30
> A Da autoria do jovem escritor e dramaturgo Tiago Correia, esta peça fala do amor e dos seus desencontros, num diálogo intenso, enigmático mas nítido, entre a paixão de dois homens por uma mesma mulher. Trata-se de uma meditação conjunta sobre as relações humanas que encaminha o espetador para um inevitável momento de introspeção, na qual cada um fará a sua própria leitura. A música de José Peixoto ajuda a adensar a intensidade do drama dos personagens, numa expressão da qual só se pode absorver filigranas de emoções.
+info


Sexta | 25-janeiro

MÚSICA | Guitarra e Contrabanda
Guarda: Teatro Municipal da Guarda | 22h00
> Após longas noites na garagem essa partilha esboçou este projeto e as músicas foram crescendo, saindo ainda nesse ano o seu primeiro EP de originais, “Fim Para um Princípio”. Muito embora percorram vários estilos musicais, a verdadeira matéria prima destes contrabandistas de canções é essa irreverência que se quer propagar. No ano de 2017 gravaram “A Palavra Encantada”, um disco de versões dedicadas a José Afonso, e ainda vários singles. Encontram-se a gravar um novo disco de originais.
+info


Continua…

EXPOSIÇÃO | “A Arte do Telho”, de Carlos M. Pinto
Covilhã: Museu de Arte Sacra |De terça a domingo, entre as 10h00 e as 16h00 | Até 10 de fevereiro
> A exposição apresenta um conjunto de peças esculpidas artisticamente em granito e madeira que contrasta com o cunho que Carlos M. Pinto lhes confere através das aplicações em aço. A originalidade e criatividade das peças está patente nesta coleção a que o autor procura dar vida com o intuito de “comunicar e contar uma história ao público que as aprecia”.
+info

EXPOSIÇÃO | “Agricultura da Imagem – Imagem da Agricultura”
Fundão: Museu Arqueológico Municipal José Monteiro | Até 27 de fevereiro
+info

EXPOSIÇÃO | Eugénio de Andrade - Comemoração do Aniversário
Fundão: A partir das 15h | Até dia 28 de fevereiro
> O Município do Fundão irá assinalar o 96º aniversário de Eugénio de Andrade, com um conjunto de iniciativas dedicadas à obra e ao poeta, com lançamento de dois livros, duas exposições e, no final do dia, um recital de piano intitulado “Mar de Setembro”.
+info

EXPOSIÇÃO | Pedro Chorão
Fundão: Até 03 de março
> Herdeira de uma multiplicidade de referências, a pintura de Pedro Chorão localiza-se na fronteira entre abstração e figuração.
+info

EXPOSIÇÃO | Posto de Trabalho, Valter Vinagre
Castelo Branco: Casa Amarela – Galeria Municipal | 17h00 | Até 17 de Março
> As fotografias apresentadas nesta série “Estação de Trabalho” não mostram pessoas, mas são das pessoas que elas falam. Construções efémeras e espaços que abrigam e ocultam a atividade laboral subterrânea. Essas imagens concentram-se numa forma de prostituição, aquela que é talvez a mais difícil, perigosa e menos digna para os trabalhadores e para os seus clientes. A série “Posto de trabalho” foi fotografada em Portugal entre 2010 e 2013.
+info

EXPOSIÇÃO | Arte Pastoril da Casa do Pastor Salgueiro
Fundão: Lavacolhos | De terça a sábado | Até 12 de abril
> A exposição mostra o espólio da Casa do Pastor do Salgueiro e consiste em objetos do quotidiano, feitos e decorados à navalha por pastores no campo, nas horas vagas do pastoreio e que remontam à memória dos tempos. Esta exposição contribui para o reconhecimento dos valores e das tradições da cultura rural, pretendendo assim ser uma mais-valia para a preservação e valorização da riqueza sociocultural do concelho do Fundão, sendo esta “arte” uma das expressões mais ricas da arte popular portuguesa. A exposição poderá ser visitada de terça-feira a sexta-feira, das 9.30h às 13.00h e das 14.00h às 17.30h. Aos sábados, das 14h00 às 18h00.

 

 

 

 

 

 

 
EditRegion3
 
         
 
 


Edição:
Gabinete de Relações Públicas
Contactos: grp@ubi.pt | Telf.: 275 242 014 | Ext.: 2034

se desejar subscrever esta newsletter s.f.f. envie um e-mail para grp@ubi.pt com o assunto: subscrever a ubinforma