UBInforma
 

ed. 540 | 15 a 21 julho 2017

 

Curso de Mestrado em Engenharia Eletromecânica obtém selo de qualidade EUR-ACE

 

Em destaque
agendaUBI
Notas Culturais
Arquivo UBInforma

 

O mestrado em Engenharia Eletromecânica da Universidade da Beira Interior obteve parecer favorável para atribuição da marca EUR-ACE (Sistema de Qualidade da Ordem dos Engenheiros) por um período de seis anos.

A candidatura a esta distinção de qualidade foi enviada em Dezembro de 2010 para a Ordem dos Engenheiros. Os responsáveis pelo mestrado conheceram agora a classificação máxima de um mestrado, atribuído por estas instituições, a nível europeu.

O extenso documento da candidatura, com quase 400 páginas, foi elaborado pelo diretor de curso, João Catalão, coadjuvado pela comissão de curso e pelo presidente do Departamento de Engenharia Eletromecânica, Abílio Silva.

Após a visita às instalações do DEM, múltiplas entrevistas e reuniões, que ocorreram em Novembro de 2011, “chegou a confirmação da concessão do importante Selo de Qualidade Europeu para o respetivo Mestrado em Engenharia Eletromecânica”, acrescenta o responsável do mestrado.

De salientar que a Ordem dos Engenheiros é desde 17 de Novembro de 2006 uma das sete instituições europeias autorizadas a atribuir a Marca de Qualidade EUR-ACE aos cursos avaliados favoravelmente no âmbito dos seus sistemas de qualidade. A designação OE+EUR-ACE resulta, pois, do facto da Ordem dos Engenheiros poder uniformizar o reconhecimento das formações, a nível europeu.

A Ordem dos Engenheiros entende que, para Portugal, o potencial deste sistema e desta marca “é claro e promissor: primeiro, como estímulo e referência para o desenvolvimento de quadros de qualificações em engenharia e de sistemas de garantia de qualidade internos nas instituições, sistemas que representam, tal como é reconhecido por todos os parceiros, a base de um sistema global de qualidade consolidado. Depois, pelo valor acrescentado que deverá trazer ao desenvolvimento de parcerias transnacionais”, sublinha aquele organismo em nota enviada à Comunicação Social. Finalmente, “e de igual ou maior relevância ainda, no valor para os diplomados que podem e devem exibir essa mesma marca no seu curriculum, isto é, no assegurar do reconhecimento da capacidade competitiva dos jovens engenheiros portugueses no quadro do mercado de trabalho europeu”, reitera Catalão.

Fonte:  Urbi@orbi

UBInforma nº 304 | 21 a 27 abril 2012

 

 

 

Propriedade: Universidade da Beira Interior
Edição: Gabinete de Relações Públicas
Design: GRP | Raquel Rosa
Contactos: grp@ubi.pt | Telf.: 275 242 014 | Ext.: 2034

se desejar subscrever esta newsletter s.f.f. envie um e-mail para grp@ubi.pt com o assunto: subscrever a ubinforma