UBInforma
 

ed. 584 | 23 a 29 junho 2018

 

1.º Ciclo em Ciências Biomédicas acreditado por seis anos

 

Em destaque
agendaUBI
Notas Culturais
Arquivo UBInforma

 


O curso de 1.º Ciclo em Ciências Biomédicas está acreditado por um período de seis anos, de acordo com a decisão da A3ES - Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior. A entidade que avalia os cursos superiores em Portugal reconhece assim a qualidade de uma formação de vanguarda da Universidade da Beira Interior (UBI), que combina as Ciências Básicas, Engenharias e Biomedicina, preparando profissionais capazes de responder aos principais desafios científicos e tecnológicos na área da Saúde.

A decisão é “muito motivadora para continuar a alicerçar uma identidade forte, para reunir esforços na renovação, consolidação e prossecução de uma excelente qualidade científica, pedagógica e tecnológica que eleva ainda mais o patamar de excelência na formação dos nossos alunos”, salienta a diretora do curso, Liliana Bernardino.

O ciclo de estudos em Ciências Biomédicas fornece uma formação multidisciplinar sólida em várias áreas do saber, nomeadamente na Matemática, Química, Física, Bioquímica, Engenharias e Biomedicina.

É lecionado por um corpo docente com formações diversificadas e contribuições relevantes em investigação, tecnologia, saúde ou transferência de conhecimento. A sua disponibilidade, proximidade e motivação são uma mais-valia à formação dos estudantes, que permite a aquisição de competências essenciais ao sucesso profissional, desde o desenvolvimento de projetos de investigação biomédica básica ou aplicada ao desenvolvimento tecnológico ou de diagnóstico.

Uma das vantagens para o funcionamento do curso é a articulação e colaboração com outras Faculdades da UBI, “que possibilita uma maior abrangência na aplicação do saber e estimula o desenvolvimento de parcerias e projetos mais abrangentes, dinâmicos e inovadores”, ainda de acordo com a responsável.

Além da importância do curso para o setor da saúde, “o seu funcionamento na UBI é também de extrema importância para a comunidade em geral”, refere Liliana Bernardino. A diretora destaca o envolvimento dos alunos em várias atividades de intervenção social, que fomenta uma valorização social, cultural e/ou económica para a comunidade estudantil e civil. “Por seu lado, os estudantes beneficiam em estudar numa universidade nova, dinâmica e de proximidade, enquanto vivem numa cidade de menor dimensão, acolhedora e com um baixo custo de vida”, acrescenta.

A Licenciatura em Ciências Biomédicas, um dos cursos da Faculdade de Ciências da Saúde, caracteriza-se por ter um plano curricular que fornece, no primeiro ano, conhecimento sólido em Ciências Básicas, tais como a Física, Química, Matemática e Biologia. Nos 2.º e 3.º anos, os estudantes têm a oportunidade de aprofundar conhecimentos nas áreas da Bioquímica, Engenharias e Biomedicina. No 3.º ano, possibilita aos estudantes personalizarem o curriculum vitae de acordo com os principais interesses e motivações, através da escolha de uma ampla oferta de unidades curriculares optativas.

“Este plano curricular sólido permite dotar os alunos com um conhecimento profundo e competências relevantes para o ingresso no mundo profissional ou para dar continuidade aos seus estudos, por exemplo, no 2.º ciclo em Ciências Biomédicas da UBI”, conclui Liliana Bernardino.

 

« voltar

 

 

 

Propriedade: Universidade da Beira Interior
Edição: Gabinete de Relações Públicas
Design: GRP | Raquel Rosa
Contactos: grp@ubi.pt | Telf.: 275 242 014 | Ext.: 2034

se desejar subscrever esta newsletter s.f.f. envie um e-mail para grp@ubi.pt com o assunto: subscrever a ubinforma